sexta-feira, 29 de março de 2013

Humanismo


Quanto você atinge um grau de maturidade e consciência muito elevado, algumas informações que se adquire no convívio em sociedade são deixadas para trás e existe uma força no interior que é incansável para a busca de informações concretas para tudo o que nos cerca. A consequência é deixar para trás as informações que a massa aceita sem questionar.
Atingindo esse patamar, não há mais influência de tudo que o cerca, mas como a maioria das pessoas acha, o compromisso de se fazer as coisas certas se torna primordial. A questão ética fica mais aguçada.
Os humanistas consideram o universo como auto-existente e não criado. 
O humanismo acredita que o homem é uma parte da natureza e que ele surgiu como resultado de um processo contínuo. 
Adotando uma visão orgânica da vida, os humanistas acham que o tradicional dualismo entre mente e corpo deve ser rejeitado. 
O humanismo reconhece que a cultura religiosa do homem e da civilização, como descrita claramente pela antropologia e história, é o produto de um desenvolvimento gradual devido à sua interação com o ambiente natural e com o seu patrimônio social. O indivíduo nascido em uma determinada cultura é em grande parte moldado por essa cultura. 
O humanismo afirma que a natureza do universo descrito pela ciência moderna torna inaceitável qualquer garantia sobrenatural ou cósmica dos valores humanos. Obviamente, o humanismo não nega a possibilidade da realidade ainda desconhecida, mas insiste que a maneira de determinar a existência e o valor de todas e quaisquer realidades é por meio de inquérito inteligente e pela avaliação das suas relações com as necessidades humanas. A religião deve formular suas esperanças e planos à luz do espírito e método científico. 
O humanismo religioso considera que a plena realização da personalidade humana seja o fim da vida do homem, por isso busca o seu desenvolvimento e realização no aqui e agora. Esta é a explicação da paixão social do humanista. 
No lugar de antigas atitudes envolvidas na adoração e oração, o humanista encontra suas emoções religiosas expressadas em um elevado sentido de vida pessoal e em um esforço cooperativo de promover o bem-estar social. 
Daqui resulta que não haverá exclusivas emoções e atitudes religiosas da espécie até então associadas com a crença no sobrenatural. 
 Assim são as teses do humanismo religioso. Embora consideremos as formas religiosas e as ideias de nossos pais não mais adequadas, a busca pela boa vida ainda é a tarefa central para a humanidade. O homem está finalmente tornando-se consciente de que só ele é responsável pela realização do mundo dos seus sonhos, que ele tem dentro de si o poder dessa realização. Ele deve definir inteligência e vontade para a tarefa.
O humanismo afirma que o universo existe sem nenhum propósito. Somos o resultado de um processo cego e aleatório que não necessita de qualquer tipo de sentido. O humanismo difere da filosofia mais extrema do niilismo, a crença em que a vida pode ter um significado se atribuirmos um sentido a ela. A vida só é digna de ser vivida se nós mesmos a tornarmos útil e agradável. O humanismo defende que nenhum valor ou objetivo universal existe. Uma pessoa pode ser moral se ele ou ela criar um sistema de valores e viver de acordo com esses valores. Um humanista afirma que ninguém é obrigado a ser moral. Portanto, o humanismo não fornece objeções morais a um comportamento imoral. Obviamente, se não existem absolutos morais, não se pode demonstrar que algo é errado ou mau. Assim, numa sociedade humanista, ninguém pode realmente julgar ou condenar as escolhas ou ações dos outros.
O humanismo é promovido pelo ensino da ciência evolutiva, do materialismo e do relativismo moral em nossa mídia popular e escolas. Removemos Deus da figura por completo. Sem Deus, perdemos qualquer propósito transcendente para o universo em que vivemos. Sem Deus, perdemos qualquer propósito transcendente para dar sentido às nossas vidas individuais. Não somos nada mais do que insetos lutando pela sobrevivência até morrer. Todas as conquistas, os sacrifícios, os atos bons e bonitos de algumas pessoas, os atos feios e escuros dos outros, são no fim das contas esforços inúteis da vida. Sem Deus, nós perdemos qualquer possibilidade de vida após a morte. Quando você remove a esperança do céu, você remove o valor supremo e a finalidade da vida. Que diferença realmente faz se vivemos como um Billy Graham ou Osama Bin Laden? O destino de todos seria o mesmo de qualquer maneira. Esta é a perspectiva final daqueles que baseiam a sua crença no humanismo. Coma, beba e seja feliz - porque amanhã morreremos. Achamos esse pensamento pouco animador. Investigue por si mesmo.


sexta-feira, 1 de março de 2013

Comportamento Humano



O comportamento humano é baseado em como a sociedade vai julgar sua atitude. Se o que será feito é aceito pela sociedade, então tal atitude é feita de forma tranqüila, sem que haja a chamada consciência pesada, caso contrário o indivíduo fica insatisfeito e tenta na maioria das vezes se adequar a um padrão pré-estabelecido dentro de sua cultura, a chamada tradição. A maioria das pessoas seguem esse padrão sem questionar se é o que vai lhe satisfazer, simplesmente aceitam o que lhe foi influenciado de forma natural durante a sua formação.
Esse grau de conscientização está longe de ser alcançado pela sociedade atual, mas está no caminho para a uma evolução do comportamento humano.

 A definição de ação social de Max Weber
Os tipos ideais servem como modelos e a partir deles a citada infinidade pode ser resumida em quatro ações fundamentais, a saber:
1. Ação social racional com relação a fins, na qual a ação é estritamente racional. Toma-se um fim e este é, então, racionalmente buscado. Há a escolha dos melhores meios para se realizar um fim;
2. Ação social racional com relação a valores, na qual não é o fim que orienta a ação, mas o valor, seja este ético, religioso, político ou estético;
3. Ação social afetiva, em que a conduta é movida por sentimentos, tais como orgulho, vingança, loucura, paixão, inveja, medo, etc., e
4. Ação social tradicional, que tem como fonte motivadora os costumes ou hábitos arraigados. (Observe que as duas últimas são irracionais).

Lei de proteção ao professor




A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou a proposta que prevê punição para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino.

Pelo Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, será encaminhamento à autoridade judiciária competente.

A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta das escolas como responsabilidade e dever da criança e do adolescente estudante.

O relator, deputado Mandetta (DEM-MS), destacou que a violência contra professores do ensino médio e do fundamental é uma das causas da falta de qualidade da educação brasileira. 

“Professores com medo de sofrer violência ou represálias verbais e físicas, principalmente por parte de alunos, somado à falta de punição administrativa e/ou judicial dos estudantes indisciplinados ou violentos somente corroboram a existência de sérios problemas educacionais”, afirmou.

O parlamentar disse ainda que um estatuto que assegura apenas direitos, sem determinar deveres, desrespeita uma das regras básicas da educação, que é o respeito aos direitos dos outros.

“É fato que há uma crescente violência contra professores e diretores em sala de aula, que não vem sendo coibida adequadamente pelas normas hoje em vigor. 

Cremos que o sistema de proteção integral determinado pela Constituição Federal às crianças e adolescentes também passa por imposição e cumprimento de deveres”, concluiu.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Fronteiras extremas


As divisas de alguns países são tão impressionantes que podem ser vistas até do espaço. De um lado há verde e água; do outro, tudo é seco. Se aqui há ordem, lá reina o caos. Conheça nove das fronteiras mais contrastantes do mundo.

ESTADOS UNIDOS / MÉXICO - A CERCA DE METAL

Deste lado, Tijuana é caótica, cinzenta, densamente povoada, com uma proliferação de casas feitas de pneus e materiais reciclados. Sua expansão só é impedida por uma cerca. Isso porque do outro lado está San Diego, Califórnia. O cenário é opressor. O cercado é feito de chapas de metal usadas em pistas de pouso nas guerras do Vietnã e do Golfo. A imagem não deixa dúvida. Enquanto o centro de Tijuana avança rumo à fronteira e ao dinheiro americano, o de San Diego se afasta da pobreza mexicana. "Atravessar a fronteira pode levar até cinco horas. A segurança para entrar no lado americano é muito mais rígida, especialmente por causa do tráfico de drogas", diz o americano Adam Johnson, que já fez a travessia mais de dez vezes - em alguns casos, só para comer em um restaurante mexicano. Segundo ele, a volta é tumultuada também porque policiais de Tijuana costumam exigir propina para seguir viagem. "São geralmente US$ 20, mas eles não deixam você sequer entrar na fila para cruzar a fronteira caso não pague". E, se o trajeto México-EUA é bagunçado, o oposto é tranquilo: leva só dez minutos em média.

COREIA DO SUL / COREIA DO NORTE - PARALELO 38 N

Ao final da Guerra da Coreia, em 1953, os dois lados determinaram um cessar-fogo e estabeleceram uma zona de segurança na fronteira, no paralelo 38 graus ao norte do Equador. Sob a supervisão da ONU, a área é conhecida como "zona desmilitarizada" e acabou virando, sem querer, um dos maiores pontos turísticos da Coreia do Sul. Ninguém pode passar para o norte. E nem iria querer: placas avisam sobre as inúmeras minas terrestres que cercam as estradas. O fotógrafo brasileiro Ricardo Azoury esteve na fronteira. "Não é um turismo fácil. Você precisa se justificar o tempo todo. No meu caso, tive uma escolta", diz. Estas casas são postos de fronteira e têm uma porta em cada lado para que soldados entrem sem invadir o país vizinho.

HOLANDA / BÉLGICA - FRONTEIRAS BAIXAS

Baarle tem limites complicados. Parte dela é da Holanda e se chama Baarle-Nassau, enquanto a outra pertence à Bélgica e é Baarle-Hertog. Cada uma tem sua prefeitura, policiais etc. Mas a divisa não é marcada por uma linha contínua: é toda feita de estilhaços. Há vários pedaços de Baarle-Nassau dentro de Baarle-Hertog e vice-versa. Os únicos indicadores do país em que você se encontra são marcações na rua e minúsculas bandeiras nacionais na porta das casas. A origem está no século 12, quando dois senhores feudais não chegaram a um consenso para dividir a área de maneira simples. Hoje, as
fronteiras não têm importância política, mas são defendidas pelos habitantes: eles dizem que, se não fosse isso, a(s) cidade(s) seria(m) um lugar qualquer.

HAITI / REPÚBLICA DOMINICANA - ILHA RASGADA 

A fronteira das duas 
nações que dividem a ilha de Hispaniola, no Caribe, tem contrastes extremos. "Em muitos lugares nessa área, podemos olhar para o leste [o lado dominicano] e ver florestas de pinheiros e, ao virar para o outro lado [o haitiano], vemos apenas campos quase desprovidos de árvores", descreve o geógrafo Jared Diamond no livro Colapso. Originalmente, a ilha como um todo era conhecida pela exuberância de suas florestas. Hoje, 28% da cobertura vegetal está preservada na República Dominicana, contra apenas 1% no Haiti - e as poucas reservas haitianas estão ameaçadas por camponeses que derrubam árvores para fazer carvão vegetal. A razão é histórica. Apesar de ser hoje um dos países mais pobres do mundo, o Haiti desenvolveu uma pujante economia agrícola no século 18, chegando a ser a colônia mais rica da França. "Nessa época, o império francês decidiu investir em plantações intensivas baseadas em trabalho escravo, enquanto a Espanha não desenvolveu o seu lado da ilha [a República Dominicana]", explica Diamond. Além disso, todos os navios que traziam escravos voltavam para a Europa com cargas de madeira. Isso contribuiu para o desmatamento mais rápido e a perda de fertilidade do solo - o que dá para ver do céu.

BRASIL / FRANÇA - PARIS, AMAPÁ

Sim, o Brasil faz fronteira com a França - e é a maior que eles têm, com quase 700 quilômetros, na Guiana Francesa, um departamento ultramarino da França que faz divisa com o Amapá. Lá, a moeda corrente é o euro, o que há anos atrai amapaenses em busca de trabalho. Tanto que há muitos brasileiros francófonos na fronteira. Mesmo assim, a única ponte que liga o Brasil à Guiana Francesa, sobre o rio Oiapoque, ainda não foi inaugurada. Ela está pronta desde 2011.

ISRAEL / EGITO / PALESTINA - TRÍPLICE REALIDADE  

Desde a criação de Israel, em 1948, a terra do país ficou de cara nova, com áreas irrigadas e cultiváveis, afastando-se da secura do país vizinho, o Egito. Hoje, Israel tem áreas maiores de agricultura comercial irrigada. Enquanto isso, o solo egípcio tem uma cor bem mais clara por causa da destruição de crostas biológicas que o recobrem - o que pode ter sido provocado pelo pisoteamento da terra por homens e animais, com o pastoreio excessivo. Já a Faixa de Gaza, território palestino situado em uma estreita faixa costeira ao longo do mar Mediterrâneo, se destaca por outra característica: a enorme concentração de pessoas, a maioria refugiados, em um pequeno espaço. São 4 mil habitantes por quilômetro quadrado, dez vezes mais que Israel - e a densidade demográfica do Egito é menor ainda: apenas 74 pessoas por quilômetro quadrado. Com todo esse povo, apenas 13% da Faixa de Gaza tem terras cultiváveis. Até do ponto de vista da Nasa, os contrastes na região são gritantes.

ÍNDIA / BANGLADESH - MISÉRIA, MISÉRIA

São mais de 200 enclaves (um território dentro dos limites de outro) e exclaves (território pertencente a outro, mas que não está fisicamente junto). Para se ter uma ideia, há um pedaço da Índia dentro de um pedaço de Bangladesh que, por sua vez, está dentro da Índia. E por aí vai. Mas não basta a complexidade das 
fronteiras, a disparidade também choca: o lado bengalês é devastado, enquanto o indiano tem florestas subtropicais. "De uma forma geral, a fronteira de Bangladesh é um reflexo do país como um todo", afirma Moises Lopes de Souza, especialista em Ásia do Núcleo de Pesquisas em Relações Internacionais da USP. "Ele sofre com a superpopulação, e quase metade de seus 150 milhões de habitantes sobrevive em condições miseráveis". O país é majoritariamente agrário. Quase toda a terra arável na região tem sido cultivada ou urbanizada, resultando na devastação de grande parte das florestas originais.

LESOTO / ÁFRICA DO SUL - DESERTO E HIV

Praticamente todo o contorno do Lesoto, um reino do tamanho de Alagoas encravado no meio da África do Sul, pode ser visto do espaço. Na fronteira oeste, no lado sul-africano, a terra é densamente cultivada e irrigada, enquanto em Lesoto ela está devastada. Além da pobreza extrema e da Aids (uma em cada quatro pessoas tem o vírus HIV), a desertificação e a erosão do solo são um problema grave no país. A culpa, mais uma vez, é da exploração da madeira, usada como combustível, e do pastoreio desenfreado.

ÍNDIA / PAQUISTÃO - A DANÇA DA DIVISA

Wagah é uma cidade dividida ao meio: metade indiana, metade paquistanesa. É ali que, todas as tardes, desde 1959, há uma cerimônia militar de fechamento dos portões da fronteira. Idealizada e coreografada pelas patrulhas dos dois lados em respeito à soberania mútua, ela atrai turistas de todo o mundo. "A coreografia, tentativa de demonstração de bravura e intimi-dação, muitas vezes foi um indicativo das relações entre os 
países durante as guerras pelo controle da região da Caxemira", diz o pesquisador Moises de Souza. Em 2010, ambas as partes assinaram um acordo para amenizar o tom belicoso da cerimônia e evitar provocações por parte do público.

Fontes Jadson Porto, pesquisador de desenvolvimento regional da Universidade Federal do Amapá; Kelly Ferreira, especialista em Relações Internacionais pelo Programa San Tiago Dantas (Unesp - Unicamp - PUC-SP); Moises Lopes de Souza, especialista em Ásia do Núcleo de Pesquisas em Relações Internacionais da USP e da National Chengchi University, em Taiwan; Rebeca Steiman, geógrafa especialista em 
fronteiras sul-americanas e pesquisadora do Grupo Retis/UFRJ



sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Filmes de professores



Ao Mestre com Carinho

Um jovem professor enfrenta alunos indisciplinados, neste filme Clássico que refletiu alguns dos problemas e medos dos adolescentes dos anos 60. Sidney Poitier tem uma de suas melhores atuações como Mark Thackeray, um engenheiro desempregado que resolve dar aulas em Londres, no bairro operário de East End. A classe, liderada por Denham (Christian Roberts) Pamela (Judy Geeson) e Barbara (Lulu, que também canta a canção título) estão determinados a destruir Thackeray como fizeram com seu predecessor, ao quebrar-lhe o espírito. Mas Thackeray acostumado à hostilidade enfrenta o desafio tratando os alunos como jovens adultos que breve estarão se sustentando por conta própria. Quando recebe um convite para voltar a engenharia, Thackeray deve decidir se pretende continuar.

Ao Mestre com Carinho 2

Depois de lecionar durante 30 anos em Londres, Mark Thackeray (Sidney Poitier) se aposenta e volta para Chicago. Lá, o desafio de ensinar garotos em uma escola pequena mostra que ele não deve abrir mão de sua profissão.

Escritores da Liberdade

Hilary Swank, duaz vezes premiada com o Oscar, atua nessa instigante história, envolvendo adolescentes criados no meio de tiroteios e agressividade, e a professora que oferece o que eles mais precisam: uma voz própria. Quando vai parar numa escola corrompida pela violência e tensão racial, a professora Erin Gruwell combate um sistema deficiente, lutando para que a sala de aula faça a diferença na vida dos estudantes. Agora, contando suas próprias histórias, e ouvindo as dos outros, uma turma de adolescentes supostamente indomáveis vai descobrir o poder da tolerância, recuperar suas vidas desfeitas e mudar seu mundo. Com eletrizantes performances de um elenco de astros, incluindo Scott Glenn (Dia de Treinamento), Imelda Stauton (Harry Potter e a Ordem da Fênix) e Patrick Dempsey (Grey's Anatomy), ganhador do Globo de Ouro. Escritores da Liberdade é basedo no aclamado best-seller O Diário dos Escritores da Liberdade.

Mentes Perigosas

Oficial da marinha (Michelle Pfeiffer) abandona carreira militar para realizar o antigo sonho de ser professora de inglês. Mas o grupo de alunos rebeles que tem pela frente logo na primeira escola em que leciona será capaz de colocar à prova todo seu treinamento e experiência adquiridos na caserna.


Meu Mestre, Minha Vida

Em Nova Jersey, uma escola com sérios problemas de violência e tráfico de drogas. Usando métodos pouco ortodoxos, algumas vezes violentos, ele transforma os alunos, inclusive conseguindo que sejam aprovados no exame do final do ano realizado pelo governo estadual.

O Triunfo

Matthew Perry é um jovem professor impaciente, porém talentoso, que deixa sua casa na zona rural da Carolina do Norte para se aventurar a dar aulas nas escolas de Nova York. Enquanto luta para manter seu otimismo ao se defrontar com um obstáculo após o outro, ele desistirá de tudo para retornar à sua casa com o rabo entre as pernas, ou realizará sua ambição e transformá o futuro de alguns dos mais difíceis e vulneráveis garotos da cidade?

Sociedade dos Poetas Mortos

Carpe Diem - Aproveite o Dia, é a frase mais comentada e marcante dessa história, que mostra as relações de John Keating (Robin Williams), um professor com os alunos, uma turma de adolescentes, cheios de sonhos e vontades, mas inseridos na Welton Academy (preparatória para a universidade), que possui um sistema acadêmico aristocrático, rígido e autoritário. A quebra desses paradigmas educacionais é incentivada pelo professor Keating, através da poesia, que desperta os alunos a pensarem por si próprios e arriscarem a transgredir as regras sufocantes daquela unidade de ensino. Com esse filme o diretor australiano Peter Weir realizou uma das produções mais marcantes do cinema e lançou uma sensível homenagem ao poder transformador da arte e da literatura.

O Clube do Imperador

William Hundert (Kevin Kline) é um professor apaixonado pela história antiga. Mas um aluno em especial começa a incomodar. Trata-se do arrogante Sedgewick (Emile Hirsch), filho de um respeitado senador, que inicia uma guerra particular com o mestre. Uma batalha de egos e vontades que segue durante mais de 25 anos.

Mr. Holland - Adorável Professor

Compositor Glenn Holland passou a vida inteira dedicado aos alunos de música e ao filho que nasceu surdo. Mas sempre sonhando com o momento em que comporia sua própria sinfonia.

A Onda

Rainer Wegner, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.

 

Nenhum a Menos

Este filme é inovador, delicado, e duramente autêntico. Se você gosta de filmes com conteúdos e que te mostrem a vida de outras culturas, você deve ver este filme. No entanto, se você preferir ação, filmes de Hollywood fórmula, de muitas ações, perseguições de carro e até mesmo enredos simples, que nada te toca, então, evitar este filme. Se você assistir a este filme com o seu coração, com uma boa dose de paciência, você, então você vai entender a mensagem. Baseado em uma história verdadeira, isso aumenta significativamente o realismo do filme. A trama é sobre uma professora substituta em que a escola incentiva para todos que conseguem evitar que alunos deixem de estudar, para frear a alta evasão escolar.

O Dia da Saia

Sonia Bergerac, uma professora de francês, é vítima de descontrolo emocional causado pelo stress provocado pela indisciplina dos seus alunos, pelas constantes faltas de respeito e pela falta de apoio de quem lho deve. Um dia descobre na sala de aula uma arma a sair de uma mochila, toma-a e, à falta de melhor solução, usa-a para controlar os alunos e poder tentar dar a matéria... Um drama intenso que nos apresenta um rol de problemas habituais nas escolas francesas, mas também nas portuguesas, como indisciplina, abusos sexuais, racismo e até violência para com os docentes.

Entre os Muros da Escola

François e os demais amigos professores se preparam para enfrentar mais um novo ano letivo. Tudo seria normal se a escola não estive em um bairro cheio de conflitos. Os mestres têm boas intenções e desejo para oferecer uma boa educação aos seus alunos, mas por causa das diferenças culturais - microcosmo da França contemporânea - esses jovens podem acabar com todo o entusiasmo. François quer surpreender os jovens ensinando o sentido da ética, mas eles não parecem dispostos a aceitar os métodos propostos.

Conrack

 Ilha de Yamacraw, Carolina do Sul, março de 1969. O branco Pat Conroy (Jon Voight), que no passado fora racista, chega para ser professor numa escola que tem como alunos crianças negras pobres. Na verdade toda a ilha é habitada por negros pobres, com exceção de um comerciante, que tem um pequeno negócio. A sra. Scott (Madge Sinclair), a diretora da "escola" - que é pouco mais de uma cabana - só o chama de Patroy e seus alunos de Conrack não conseguem dizer Conroy, pois no isolamento criaram seu idioma. Eles são analfabetos, não conseguem contar e nem sabem em qual país vivem. Pat tenta trazer uma educação de melhor nível, mas o primeiro obstáculo é a sra. Scott, pois chama os alunos de lentos e preguiçosos, acabando com a auto-estima deles. Além disto, ela crê que a única forma de educá-losé no chicote. Pat responde jogando fora o livro de regras e lições pedagógicas. Os estudantes respondem avidamente quando ele toca música clássica, lhes mostra filmes, lhes ensina a nadar e explica a importância de escovar os dentes. Porém o chefe de Pat, o sr. Skeffington (Hume Cronyn), que mora numa cidade próxima, está insatisfeito com os métodos de Pat, que não tem medo de dizer que racismo é em grande parte culpado pela negligência dos estudantes.

Ser e Ter

O documentário acompanha os estudantes de uma escola rural da França, do jardim da infância até o último ano do primário, dos quatro aos 11 anos. O período mostra as crianças em pleno processo de formação do conhecimento e da identidade pessoal, acompanhando-as em sua transição do universo familiar para um ambiente no qual é levado em conta sua individualidade sem pressupostos.

A Lingua das Mariposas

Don Gregorio é um velho professor de uma pequena cidade espanhola. Moncho, um garoto de sete anos que inicia sua vida escolar meses antes da ditadura se instalar no país. Com o velho mestre, ele descobre o prazer de aprender, de admirar e explorar a natureza, de viver com os sentidos e os sentimentos. A nobreza do mestre é demonstrada logo no início do filme, quando ele vai até a casa no novo aluno pedir desculpas, pois, mesmo sem intenção, humilhou-o frente aos colegas em seu primeiro dia de aula. A história singela, triste e profunda do relacionamento entre aluno e mestre é cenário para mostrar a ascensão do regime militar espanhol, e como a força militar mexeu com a moral e a ética da população, inclusive em relação a Don Gregorio, que fazia parte da resistência ao regime repressor.

Um Certo Carro Azul

Meg (Agnes Bruckner) é uma garota de 18 anos que tem muito talento em escrever. Abandonada pelo pai e negligenciada pela mãe, que trabalha bastante para poder sustentar a família, Meg vive solitária e ainda precisa cuidar de sua irmã mais nova, que sofre de problemas emocionais. Suas válvulas de escape são a poesia e o apoio de seu professor de literatura, Auster (David Strathairn). Entretanto, o relacionamento existente entre Meg e Auster logo deixa o de professor-aluna para se tornar algo mais complexo.

Além da Sala de Aula


















Baseado em um história real, "Além da Sala de Aula" (ou "Além do Quadro Negro") conta a história do primeiro emprego da jovem professora Stacey Bess (a atriz canadense Emily VanCampque) que aceita a vaga de professora temporária de uma escola de abrigo, uma sala de aula improvisada para crianças de famílias sem teto nos Estados Unidos, impedidas de se matricularem na escola regular.
A escola é um depósito improvisado. As famílias vivem em alojamentos, trailers ou até mesmo em carros. Crianças com fome e com várias idades, falta de livros e carteiras em condições precárias são dificuldades enfrentadas pela professora. Bess, mãe de duas crianças e novamente grávida, além de habilidade precisa se superar em amor e dedicação.
"Além da Sala de Aula" é um exemplo de dedicação, amor e despreendimento. Mas é principalmente uma lição de esperança. É uma prova de que, superando obstáculos e dificuldades, o estudo possibilita a esperança de que sim, é possível mudar a vida de crianças carentes e suas famílias.


O Que Traz Boas-Novas


















Quando a professora de uma escola primária sofre uma morte trágica, o substituto escolhido é Bachir Lazhar, um imigrante argelino. Enquanto as crianças passam por um longo processo de luto, ninguém suspeita do passado doloroso do professor, ou do grande risco que Lazhar seja deportado a qualquer momento.


Um Diretor Contra Todos

As coisas não andam fáceis para Rick Latimer (James Belushi). Sua mulher pediu o divórcio, seus amigos estão sempre apartando brigas, e o conselho escolar não sabe o que fazer com um professor que arruma mais encrenca do que seus alunos.

Quando parecia que nada mais poderia dar errado, Rick é “promovido” a diretor da Brandel High, a pior escola do município.

A maioria dos estudantes da Brandel são delinqüentes e os professores têm muito medo para fazer alguma coisa. Até parece que a venda de drogas e a delinqüência fazem parte do currículo. Mas Rick não tem mais opção. Ele tem que fazer a Brandel funcionar ou morrer tentando…


O Preço do Desafio

A trajetória de um professor boliviano contratado para dar aulas de matemática em um colégio americano de periferia. Mas, ao estilo de ”Ao Mestre Com Carinho”, descobre que os alunos são dos mais problemáticos, pouco preparados e completamente arredios. No entanto o professor insiste e consegue, com suas técnicas e muito de amabilidade, conquistar a todos.

O Sorriso de Monalisa

O ano é 1953, e as meninas do colégio Wellesley, um dos mais tradicionais dos Estados Unidos, se preparam para mais um ano letivo. As alunas terão uma nova professora de História da Arte: Katherine Watson (Julia Roberts) conseguiu a vaga depois de lutar muito, a ponto de atravessar o país, deixar a ensolarada Califórnia e o namorado para viver na fria costa leste. Professora de artes revoluciona escola só para meninas da década de 1950 ao pregar ideais feministas.

UM PROFESSOR EM APUROS

A vida acadêmica não se tornou aquilo que o professor de InglêsCharlie Thurber (Luke Wilson) sonhou que seria. Ele é umainspiração para seus alunos, mas sua notável falta de habilidadepolítica deixou sua carreira meio estagnada. Quando parecia queCharlie finalmente estaria prestes a subir um degrau mais alto, uma Phd de Yale (Gretchen Mol) junta-se ao pessoal da pequenafaculdade e ameaça fazer sobra às aspirações de Charlie. Seumelhor e bem-intecionado amigo (David Koechner), um professorespecializado em antropologia, lança uma campanha totalmenteequivocada para promover a causa de Charlie. Enquanto isso, airmã de Charlie o pressiona a passar mais tempo com seu velhopai, um antigo professor que não consegue esconder suadecepção pela carreira estagnada do filho. Para complicar aindamais, Charlie se vê atraído pela nova concorrente.

Escola da Vida

Há um novo professor na cidade e ele está fazendo um verdadeiro furacão na Fallbrook Middle School. Ele é atraente. Ele é legal. Ele é informal. Os alunos amam o sr. D (Ryan Reynolds). Os professores o admiram... exceto Matt Warner (David Paymer), o ansioso professor de biologia que sonha em ganhar o prêmio de Professor do Ano.

Nosso Professor É Um Herói

Gérard Depardieu, astro de Meu Pai, Meu Herói, estrela esta comédia na linha de Ao Mestre com Carinho. É sobre um professor de história que vai lecionar numa escola barra-pesada, a fim de ficar perto dos filhos pequenos e da ex-esposa, de quem acabou de se separar. Designado para lecionar para a classe mais indisciplinada do colégio, ele logo entra em conflito com um grupo de alunos marginais. Para complicar, também vai morar num condomínio perigoso, dominada por uma perigosa gangue juvenil. Decidido e teimoso, Depardieu resolve enfrentar a violência, o racismo e a falta de estrutura que encontra na escola e em seu condomínio. Paralelamente, ajuda sua vizinha adolescente (e aluna) nos estudos, além de flertar com uma das professoras ? embora também tente reatar seu relacionamento com a ex-esposa. Uma comédia vista por milhões de pessoas em toda a Europa.

Gênio Indomável





















Um garoto dotado de grande inteligência mas que vive se metendo em encrenca. Sem família e com pouca educação formal, ele devora livros mas guarda tudo que aprende para si e procura empregos que dispensam qualificação. Um professor do MIT descobre que Will (Matt Damon) é um gênio e quer o garoto em sua equipe de matemática, mas, como Will tem problemas com a polícia, é preciso fazer um acordo com a justiça. São impostas duas condições: ele tem que trabalhar com o professor e fazer terapia. Sean McGuire (Robin Willians) é o terapeuta chamado para domar o difícil temperamento do rapaz. Ambos são igualmente teimosos, mas surge uma amizade que convence Will a encarar seu passado e seu futuro.

A Voz do Coração

Um professor de música vai trabalhar numa rígida instituição de reeducação de jovens meninos. Com paciência, ele tenta melhorar suas vidas através da música. No entanto, ele terá que lutar para manter o coral dos meninos na ativa.

O Quadro Negro

Um grupo de professores atravessa as montanhas do Irã, carregando quadros-negros em suas costas, em busca de estudantes. Assustados com o ensurdecedor e repentino barulho de helicópteros, eles saem correndo tentando se proteger. Com a confusão, o grupo acaba se separando. Agora, cada professor passa a conhecer novas pessoas e novas realidades, criando várias narrativas.

O Líder da Classe

Narra a história de vida de Brad Cohen(Jimmy Wolk),que tem Síndrome de Tourette(é um distúrbio neurológico que faz com que o corpo perca o controle e a pessoa com essa doença tem tiques nervosos) e mesmo assim ele não deixa que essa deficiência o vença.

Desde os 6 anos,ele tem esse problemas,mas sua mãe sempre o incentivou a ter uma vida como a de todo mundo,não é por conta do Tourette que ele não podia ter uma vida comum.

Foi um diretor que o fez ser aceito na escola e pela ignorância dos professores que ele teve na vida,decidiu o ser o professor que ele nunca tinha tido.Ele adora ensinar o mais importante:que nada nunca o impediu de viver.

Baseado em fatos reais,hoje em dia o verdadeiro Brad(Bobo como é a sua mãe o chama) é casado com Nancy,fez seu mestrado e faz o que ele ama fazer.


Para Sempre Pestalozzi

Edição Especial com vários vídeos extras sobre o legado de Pestalozzi e sua importância como educador do filósofo francês Allan Kardec (1804-1869), o Codificador da Doutrina Espírita. O filme focaliza um período crítico no desenvolvimento das teorias educacionais de Pestalozzi, quando o educador dirigia um internato para crianças pobres de um vilarejo na parte francesa da Suíça

Pro dia nascer feliz

Documentário sobre as diferentes situações que adolescentes de 14 a 17 anos, ricos e pobres, enfrentam dentro da escola: a precariedade, o preconceito, a violência e a esperança. Foram ouvidos alunos de escolas da periferia de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco e também de dois renomados colégios particulares, um de São Paulo e outro do Rio de Janeiro.

O Grande desafio

Drama baseado em fatos reais sobre o professor Melvin B. Tolson, de uma modesta universidade do Texas, a Wiley College Texas. Em 1935, Tolson influenciou seus alunos a formarem o primeiro time de debatedores para desafiar a tradicional Harvard numa competição nacional de conhecimentos.

Half Nelson

Numa escola do Brooklyn, Nova York, frequentada majoritariamente por alunos negros e latinos, o professor Dan Dunne (Ryan Gosling) ensina História e é técnico do time de basquete feminino. Dunne, que é viciado em drogas, deixa a disciplina de lado e se concentra em discutir filosofia e dialética com os estudantes. O filme centra-se em sua relação com Drew (Shareeka Epps), uma aluna de 13 anos frustrada com a vida que leva. 

Preciosa

Pobre, grávida pela segunda vez de um filho do próprio pai e vivendo com a mãe que a agride, Claireece Jones, ou simplesmente Precious (Gabourey Sidibe), trilhava um caminho inescapável para a infelicidade. Em sua trajetória surge, entretanto, a professora Ms. Rain (Paula Patton) que, lecionando para garotas 'fora da curva', faz com que Precious descubra sua auto-estima e lute por um novo recomeço de sua vida. O longa, baseado em fatos reais, conquistou seis indicações ao Oscar e levou dois prêmios: melhor roteiro adaptado e melhor atriz coadjuvante para Mo'Nique, a intérprete da detestável mãe da protagonista.

Ana e o rei

Quando a professora inglesa, Anna Leonowens, chega ao exótico Sião para ensinar os filhos do Rei Mongkut, suas sensibilidades ocidentais se chocam com os modos do governante oriental. A tensão aumenta quando Mongkut descobre que forças externas estão conspirando contra seu regime.

Machuca

Dois garotos de 11 anos moram em Santiago, no Chile, na época do governo de Salvador Allende. Quando o diretor do colégio dos garotos, de elite, decide abrir as portas para os meninos pobres do povoado, tudo irá mudar radicalmente. Ao mesmo tempo, começa a revolução que traz a ditadura de Pinochet.

ELEFANTE

Elefante, de Gus Van Sant, baseia-se no mesmo argumento que Tiros em Columbine de Michael Moore, o assassinato de 14 jovens e um professor em Columbine High School, em 1999, por dois estudantes. Contudo, esse filme mostra-se diferente da ótima película de Moore. A narrativa parte da perspectiva de alguns alunos, envolvidos de alguma forma na iminente tragédia. A obscuridade da mente confusa dos adolescentes ganha espaço e mostra do que é capaz. Sem apelar para a violência gratuita, ou o sensacionalismo Van Sant, consegue perpetuar na memória de cada espectador as impressões de uma tragédia que chocou e botou em xeque o “American way of life”.

Esperando o Super-homem

O documentarista Davis Guggenheim nos lembra que as “estatísticas” educacionais têm nomes: Anthony, Francisco, Bianca, Daisy e Emily, cujas as histórias são a base de “Esperando o Super-homem”. Enquanto acompanha um grupo de crianças promissoras por um sistema que inibe, ao invés de estimular, o desenvolvimento acadêmico, Guggenheim realiza uma análise exaustiva da educação pública. “Esperando o Super-homem” tem este nome devido a uma entrevista com o notável Geoffrey Canada, fundador da Harlem Children Zone. A Harlem Children Zone utilizou uma estratégia ampla, incluindo um Baby College pré-natal, programas de assistência social e períodos mais longos nas suas escolas com o objetivo de criar uma nova estrada para o futuro para um dos bairros mais sombrios de New York. Esperando o Super-homem” acompanha cinco crianças e os seus pais que desejam obter uma educação pública decente, mas que acabam tendo que entrar em uma loteria em formato de bingo para obterem uma boa escola, porque as escolas próximas às suas casas são fracassos estrondosos. O destino do país não será decidido em um campo de batalha, ele será determinado em uma sala de aula.


A Corrente do Bem


Eugene Simonet (Kevin Spacey), um professor de Estudos Sociais, faz um desafio aos seus alunos em uma de suas aulas: que eles criem algo que possa mudar o mundo. Trevor McKinney (Haley Joel Osment), um de seus alunos e incentivado pelo desafio do professor, cria um novo jogo, chamado "pay it forward", em que a cada favor que recebe você retribui a três outras pessoas. Surpreendentemente, a idéia funciona, ajudando o próprio Eugene a se desvencilhar de segredos do passado e também a mãe de Trevor, Arlene (Helen Hunt), a encontrar um novo sentido em sua vida.

If...

Alegoria sobre um revolucionário líder estudantil no sistema educacional inglês dos anos 60. Obra-prima do cinema inglês, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1969.

O Jarro

Numa aldeia iraniana, no deserto, um grande problema se inicia quando o jarro que serve para guardar água para os alunos da escolinha local trinca. A comunidade descobre a solidariedade que os une na tentativa de resolver o problema.

Um Tira no Jardim de Infância

Arnold Schwarzenegger é um policial que se disfarça de professor do jardim de infância de uma pequena cidade para capturar um perigoso bandido foragido. Mas além de ter de investigar o paradeiro do criminoso ele tem que lidar com seus pequenos alunos. E ainda de quebra se envolve com uma bela professora que pode estar envolvida no caso.

Legalmente Loira

Elle Woods (Reese Whiterspoon) é uma garota que tem tudo que possa querer. Ela é a presidente da fraternidade de onde estuda, Miss Junho no calendário do campus e, além disso, uma loira natural. Elle ainda namora o mais bonito garoto de seu colégio, Warner Huntington III (Matthew Davis), com quem inclusive planeja se casar no futuro. Mas Elle tem um problema que incomoda Warner: ela é fútil demais! Até que, quando Warner vai estudar Direito na Universidade de Harvard, ele passa a namorar uma nova garota (Selma Blair) e decide largar Elle, que não se dá por vencida e decide estudar a fim de também passar para o curso de Direito e ainda por cima provar sua inteligência.

Professora Sem Classe

Elizabeth Halsey (Cameron Diaz) trabalha como professora, mas não vê a hora de deixar a função. Seus planos vão por água abaixo quando seu noivo termina o relacionamento, acusando-a de gastar demais. Como resultado, ela é obrigada a voltar à escola em que trabalhava para um novo ano letivo. Elizabeth não está interessada em ensinar os alunos e pouco se importa com as tentativas de integrar os professores capitaneada pelo diretor Wally (John Michael Higgins) e a professora Amy (Lucy Punch). Ela sonha em encontrar um homem que a sustente e, para tanto, decide fazer uma operação para aumentar os seios, por acreditar que, desta forma, será mais atraente. Sem dinheiro, ela começa a dar pequenos golpes envolvendo alunos e professores, para que possa atingir sua meta.

O Milagre de Anne Sullivan



















 

A incansável tarefa de Anne Sullivan (Anne Bancroft), uma professora, ao tentar fazer com que Helen Keller (Patty Duke), uma garota cega, surda e muda, se adapte e entenda (pelo menos em parte) as coisas que a cercam. Para isto entra em confronto com os pais da menina, que sempre sentiram pena da filha e a mimaram, sem nunca terem lhe ensinado algo nem lhe tratado como qualquer criança.

A Primavera de uma Solteirona
Edinburgo, 1932. Jean Brodie é uma professora em uma escola para meninas, que inspira suas estudantes com suas idéias sobre arte, música e política, sendo que a última é baseada em noções românticas, que a levam a expressar sua admiração pelo fascismo na Itália. Jean fez um pequeno círculo social de alunas que a adoram, composto por Mary McGregor, Jenny e Sandy. Jean organiza para levá-las em uma visita casual na casa de campo de Gordon Lowther, um professor amigo que está mais interessado nela que ela por ele, pois Jean está romanticamente envolvida por Teddy Lloyd, outro professor que também se dedica à pintura.


Professor Peso Pesado
 Scott Voss é um professor de biologia que para arrecadar dinheiro e salvar o programa musical da escola, arruma um segundo emprego como lutador de artes marciais.


Notas Sobre um Escândalo
Judi Dench arrasa no papel de Barbara Covett, uma professora que comanda sua sala de aula com mão de ferro, mas leva uma vida terrivelmente solitária fora das paredes da escola, até que ela conhece a nova e radiante professora de artes Sheba Hart (Cate Blanchett). À primeira vista fica muito feliz por ter encontrado uma alma gêmea, até que Barbara descobre que Sheba está tendo um caso com um aluno, seus ciúmes e sua raiva ficam fora de controle.


Uma Professora Muito Maluquinha
Catharina (Paola Oliveira) foi enviada à cidade grande para estudar, quando era criança. Hoje, aos 18 anos, retornou à sua cidade natal e passou a lecionar em uma escola primária. O único problema é que sua chegada começa logo a provocar certos rebuliços na cidade porque seu comportamento totalmente diferente do tradicional, pessoal e profissionalmente falando, começa a incomodar as pessoas. Mas a cidade também recebe o padre Beto (Joaquim Lopes), discípulo de Monsenhor Félix (Chico Anysio), que também retorna e acaba sendo procurado pela tradicionais professoras que querem derrubar a querida professorinha que conquistou o coração de sua turma com seus métodos não convencionais de ensino. Sem contar que ele desperta atração nos homens da cidade, como Mário (Max Fercondini) Carlito (Cadu Fávero) e Pedro Poeta (odrigo Pandolfo). Pressionada, Amanda encontra-se dividida entre a paixão pelo ensino e o amor proibido, que aflora em seu coração e fica cada vez mais forte.

Minha voz minha vida
Curta-metragem produzido pelo SINPRO-SP, com apoio do Centro de Estudos da Voz (CEV), para chamar atenção dos docentes sobre a importância dos cuidados preventivos com a saúde vocal.

Verônica
Verônica é professora da rede municipal de ensino há vinte anos e agora, na iminência de se aposentar e passando por sérios problemas pessoais, está exausta e sem a paciência de sempre. Um dia, na escola em que trabalha, ela percebe que ninguém veio buscar Leandro, um aluno de oito anos. Já é tarde da noite quando a professora decide levá-lo em casa. Ao chegar no alto do morro, encontram a polícia e muito tumulto. Traficantes mataram os pais de Leandro e querem matá-lo também. Verônica foge com o menino. Ela procura ajuda e descobre que a policia também está ligada ao assassinato dos pais do menino. Sem poder confiar em ninguém, ela decide esconder o garoto. Assim, Verônica é obrigada a enfrentar policiais e traficantes para sobreviver. E enquanto procura uma maneira de escapar com o menino, redescobre sentimentos que estavam adormecidos na sua vida.

Anjos do Arrabalde


















Forte crítica de costumes, Anjos do Arrabalde narra a trajetória de três professoras que vivem na periferia de São Paulo em meados da década de 80. Entre outras questões, são abordadas as dificuldades financeiras, o ambiente violento dentro e fora da escola e os problemas domésticos vividos por essas mulheres. Uma das protagonistas chega a abandonar as aulas para tornar-se dona de casa por exigência do marido. 

Os inquilinos
Ambientada no período dos ataques organizados por uma facção criminosa em São Paulo, em 2006, a trama é protagonizada por um empregado em uma banca de frutas (Marat Descartes) que estuda à noite para arrumar um emprego que dê melhores condições de vida para a família. Cássia Kiss faz uma professora de Educação de Jovens e Adultos (EJA) em uma escola pública.

O contador de histórias
Aos 6 anos de idade, Roberto Carlos Ramos é deixado em uma entidade assistencial por sua mãe, que tem a esperança de estar lhe proporcionando melhores condições de vida. Aos 13, porém, Roberto continua analfabeto, tem mais de 100 fugas e várias infrações no currículo e é considerado "irrecuperável". Mas o encontro com uma pedagoga mudará para sempre sua vida.

O Caminho para Casa












Atrás da envolvente história de amor entre a camponesa Zhao Di e o professor Luo Changyu, o cineasta Zhang Yimou (Lanternas Vermelhas, Nenhum a Menos) enaltece a profissão de mestre e a sua importância para a comunidade. O narrador é o filho único do casal, Yusheng, que volta à pequena comunidade do interior da China quando recebe a notícia da morte de seu pai. Relembrando os contratempos que o casal passou até conseguir se casar, Yusheng revela também que é o responsável por uma das grandes frustrações de seu pai: ele queria que o filho também fosse professor para dar continuidade à sua obra. 

Quando Tudo Começa
Daniel Lefebvre (Philippe Torreton) é professor numa pequena cidade que sofre com o fechamento das minas de carvão e enfrenta uma alta taxa de desemprego. Daniel e os outros professores são aconselhados a não se envolver com os problemas da comunidade, mas é impossível para Daniel ignorar a miséria, a indiferença do governo e os sérios problemas domésticos que suas crianças enfrentam. Quando uma mãe aparece tão bêbada que acha melhor não levar os filhos pra casa, Daniel entra em contato com assistentes sociais, é ignorado e decide levar as duas crianças para sua casa. Ele então começa uma campanha contra o governo local, reivindicando condições mínimas de vida e dignidade para a população. Além de dificuldades pessoais, como a doença do pai, um ex-mineiro que sofre de enfisema, ele irá enfrentar enormes dificuldades burocráticas e a maquinação das autoridades educacionais. Menção Especial do Júri no Festival de Berlim de 1999.

Madadayo
O último filme de Akira Kurosawa conta a história das últimas décadas de vida de Hyakken Uchida, professor e escritor que se aposenta no início dos anos 40. Com saudades e reconhecendo o talento do professor, seus antigos alunos fazem constantes reuniões para matar as saudades do professor, em um ritual que o prepara para a morte, que pode estar mais perto a cada ano. Enquanto isso, a vida continua.


Mãos Talentosas














Na escola quando criança, Ben acreditava ser inferior aos seus colegas, sua auto-estima era muito baixa, sempre afirmando que não era capaz e seu cérebro não funcionava. Porem quando chegava em casa sua mãe apesar de ser analfabeta fazia o possível para contribuir na aprendizagem dos filhos, incentivando para que os mesmos acreditassem em seu potencial, sempre salientando que eram capazes de fazer tudo o que os outros faziam, porem melhor.


Escola de Rock













Dewey Finn (Jack Black) é um músico que acaba de ser demitido de sua banda. Cheio de dívidas para pagar e sem ter o que fazer, ele aceita dar aulas como professor substituto em uma escola particular de disciplina rígida. Logo Dewey se torna um exemplo para seus alunos, sendo que alguns deles se juntam ao professor para montar uma banda local, sem o conhecimento de seus pais.

As Melhores Coisas do Mundo
Um adolescente de 15 anos, cujo apelido é "Mano", precisa aprender a lidar com o bullying e com as reações de colegas, no momento em que seus pais estão se separando. O local principal da trama é a escola, palco para debates sobre a iniciação sexual, o amor entre aluna e professor, a democracia no ambiente do ensino, entre outros. A obra pretende retratar os dilemas dos jovens na perspectiva deles.

Loving Annabelle
Simone Bradley é uma jovem professora de poesia que encontra paz e segurança entre os muros de um colégio católico. Annabelle é a nova estudante, mandada para o colégio pela mãe, uma notável senadora, como meio de reabilitação para o seu comportamento rebelde. Tal comportamento, aparentemente desregrado, exige que Miss Bradley, que além de professora é também a responsável pelo dormitório de Annabelle, lhe dedique uma maior atenção. Contudo, rapidamente a professora percebe que o verdadeiro desafio não é disciplinar o comportamento de Annabelle, mas sim disciplinar a atração que vai crescendo entre ambas.

Eleição
O professor Jim McAllister faz parte do conselho estudantil da escola George Washington Carver High, e recebeu três prêmios de "Professor do Ano" durante os doze anos de trabalho na escola. Tracy Flick (Reese Whiterspoon) é a ambiciosa aluna que quer a presidência do Conselho, mesmo tendo que passar por cima dos outros candidatos. Paul Metzler (Chris Klein) é um popular jogador de futebol que teve a perna fraturada em uma competição, e está na candidatura com o apoio do renomado professor. A competição para a candidatura cresce quando a irmã de Paul, Tammy, entra na disputa apenas para se vingar do irmão, atingindo, assim, sua vida dentro e fora do colégio.

Quem não cola não sai da escola















Enquanto a maioria dos garotos se mata de estudar, Handsome Davis (Trevor Fehrman) não esquenta a cabeça, apenas encara a escola como um sistema que tenta controlar a sua mente. Isso porque ele e seus três melhores amigos, Sammy (Elden Henson), Victor (Matthew Lawrence) e o gênio Applebee (Martin Starr), sempre usaram táticas criativas e eficiêntes para trapacear nos exames – como conseguir antecipadamente o gabarito das provas. Tudo vai bem até o último ano de escola secundária. É quando finalmente encontram uma oponente à altura pela frente, na figura da durona e esperta diretora Mrs. Stark (Mary Tyler Moore). Surge o dilema: eles devem entrar na fila pela primeira vez, ou correr o risco e tentar burlar mais uma vez as regras da escola?

High School
High School é um documentário cheio de momentos memoráveis e destila a essência do poder e as relações do gênero estudantil. O diretor Frederick Wiseman visita quase todo tipo de sala de aula da escola Northeast High School, proporcionando um amplo conjunto de pontos de vista: um desfile de moda (meninas são criticadas por não aparecerem bonita o suficiente) e um professor idealista de Inglês tentando alcançar seus alunos através da música.

Dating On Earth

Dating On Earth, é uma história sobre a escola e a vida conjugal entre um estudante do ensino médio e sua professora. JaeJoong perdeu seus pais quando era jovem e tem crescido em um ambiente solitário. No drama, ele vai se apaixonar pela sua professora.

O Amor Está de Volta
Larry Crowne (Tom Hanks) trabalha há anos em uma loja, onde já foi escolhido por nove vezes como o funcionário do mês. Um dia, para sua surpresa, ele é demitido por não ter curso superior. Precisando recomeçar do zero, ele resolve se matricular na faculdade. Um dos cursos que realiza é o de oratório, ministrado por Mercedes Tainot (Julia Roberts), que está desanimada devido ao desinteresse dos alunos por sua matéria. A vida na faculdade faz com que Larry ganhe novos amigos, mude seu estilo de vida e se aproxime, cada vez mais, de Mercedes.

O Substituto

Henry Barthes é um   brilhante com um verdadeiro talento para se conectar com seus alunos. Em outro mundo, ele seria um herói para sua comunidade. Mas, assombrado por um passado conturbado, ele escolhe ser professor substituto – nunca na mesma escola por mais que algumas semanas, nunca permanecendo   suficiente para formar qualquer relação com os alunos ou colegas. Uma profissão perfeita para alguém que busca se esconder ao ar livre. Quando uma nova missão o coloca numa decadente escola pública, o isolado mundo de Henry é exposto por três mulheres que mudam a sua visão sobre a vida: uma , uma professora e uma adolescente fugitiva.